Leirson C. Maciel

Paulistano iniciou seus estudos musicais em 1.996 na Universidade Livre de Música, dando continuidade na USP sob orientação de Luís Antonio Eugênio Afonso e na Escola Municipal de Música com Edmilson Nery. Em 2.009 foi premiado com bolsa Jovens Talentos da Fundação Magda Tagliaferro, orientado por Ovanir Buosi. Frequentou diversos master classes com os mais renomados clarinetistas brasileiros e internacionais como: Wenzel Fucks, Walter Seifert, Raoul Querzel, Todd Palmer. Como bolsista participou dos festivais de: Campos do Jordão 28º, 29º, 35º e 36º, sendo este último indicado ao prêmio destaque pelo maestro Kurt Masur, também Londrina e Poços de Caldas frequentando a classe de Maurício Loureiro, François Benda e Sérgio Burgani. Atuo como clarinetista nas seguintes Orquestras: Orquestra Experimental de Repertórios no período de 2000 a 2008, Orquestra de Câmara da USP (principal), Orquestra Filarmônica de São Bernardo (principal), Orquestra Municipal de Jundiaí (principal) e Orquestra Jazz (clarinetista e claronista). Participou de diversas montagens de ópera dentre elas se destacam: Carmen de Bizet, Édipo Rei, I Pagliacci, Tosca, Madama Butterfly sob regência Jamil Maluf, Lígia Amadio e Carlos Moreno (OER e OSUSP). Elektra e Salomé sob regência de John Neschling. “O Cavaleiro da rosa” sob regência de Richard Armstrong (OSESP). Como solista apresentou-se junto às orquestras: Experimental de Repertórios, Bachiana Filarmônica e Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo. No ano de 2014 estreou na Sala São Paulo a Obra Concertante para clarinete e orquestra da compositora Tatiana Cantazaro frente a Orquestra Filarmônica Bachiana. Atualmente é principal clarinete da Orquestra Filarmônica Bachiana SESI-SP e tem participações assíduas nas orquestras: Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP), Filarmônica de Minas Gerais e Sinfônica da USP (como clarinetista, claronista e requintista)